Segunda, 27 de setembro de 2021
(11) 9 6352.8336
Polícia

18/07/2020 às 18h47

395

Redação

Cotia / SP

Rafael Souza, secretário de Gabinete de Vargem Grande Paulista, sofre sequestro
O secretário e sua namorada foram abordados por três homens que se passaram por policiais
Rafael Souza, secretário de Gabinete de Vargem Grande Paulista, sofre sequestro
Foto: Ilustração

Na noite desta sexta-feira (17), o secretário de Gabinete da Prefeitura de Vargem Grande Paulista, Rafael Souza, e sua namorada Penellope, foram sequestrados por volta das 20 horas, na Estrada de Caucaia do Alto, quando saiam de um supermercado no bairro Tijuco Preto.


Segundo informações da Guarda Municipal de Vargem Grande Paulista, que atendeu a ocorrência, o casal foi abordado por três homens que se passaram por policiais, vestindo coletes com a descrição da Polícia Civil e portando armas longas.


Ao render o casal, o grupo seguiu com Rafael e a namorada para um imóvel não identificado. "Neste lugar eles pediam dinheiro e faziam ameaças. Eu dizia que não tinha e eles ficavam insistindo", relatou o jovem. Após algumas horas, eles deixaram Penellope no local e levaram Rafael para sua casa, onde estavam seus pai, professor Carlos - que também foi secretário de Gabinete da atual gestão - e a mãe Fabiola, ambos muito conhecidos na cidade.


A família foi algemada e amordaçada, enquanto os homens reviraram a casa em busca de dinheiro. "Todo o tempo eles fizeram um forte terror psicológico com a gente, dizendo que se não desse o dinheiro ou ligasse pra polícia iriam me matar ou cortar meu dedo ou algo assim", lembra Rafael.


Por volta das 5 horas da manhã, após pegar vários pertences da família, os homens seguiram com Rafael para o bairro Recanto Verde, onde sua namorada foi liberada. "Quando vi minha namorada novamente foi um momento de muito alívio. Felizmente ninguém sofreu agressões e tudo acabou bem, mas foram horas de muito pânico e medo", destacou.


De acordo com o comandante da GCM, Ademir Santana, a ação dos bandidos envolveu a participação de aproximadamente 15 pessoas. O caso, agora, está sendo investigado pela Polícia Civil.

FONTE: Comunicação/VGP

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados