Sexta, 20 de maio de 2022
(11) 964247851
Saúde

05/05/2022 às 14h07

75

Redação

Cotia / SP

Covid matou quase 15 milhões de pessoas em todo o mundo diz OMS
De acordo com a estimativa, houve 14,9 milhões de óbitos em excesso
Covid matou quase 15 milhões de pessoas em todo o mundo diz OMS
Foto: Divulgação

A pandemia da Covid-19 matou quase três vezes mais pessoas do que mostram os dados oficiais, diz um novo relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado nesta quinta-feira (5). De acordo com a estimativa, houve 14,9 milhões de óbitos em excesso, ou seja, causados direta ou indiretamente pela pandemia, até o final de 2021.


Entre janeiro de 2020 e dezembro do ano passado, foram notificadas oficialmente 5,4 milhões de mortes por Covid-19 em todo o mundo.


O “excesso de mortalidade” é um indicador que calcula o número de pessoas que morreram por complicações da infecção do coronavírus e aquelas que perderam a vida como resultado indireto à pandemia. Ou seja, pacientes de outras doenças que não puderam acessar o sistema de saúde para tratar suas condições devido à sobrecarga do sistema de saúde durante os picos da pandemia.


De acordo com a OMS, os números também são muito maiores do que a contagem oficial devido à subnotificação em muitos países. Mesmo antes da pandemia, cerca de seis em cada 10 mortes em todo o mundo não eram registradas.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados